08:32 | Author: Mundo Zazen


Biografia
Taisen Deshimaru nasceu em 1914 em Saga (Japão), no seio de uma antiga família de samurais. Sua mãe era budista fervorosa e sue pai queria que seguisse uma carreira comercial. Aos vinte anos começou a estudar Economia. Decepcionado com a educação moderna que deixava de lado completamente a dimensão espiritual, e sempre em busca do verdadeiro sentido da vida, entrou em contato com os ensinamentos zen.

Finalmente sua busca o conduziu a Kodo Sawaki. Era um mestre respeitado e admirado em todo o Japão por sua vida simples e livre. Ele havia devolvido ao zen todo seu frescor ao retira-lo dos templos, onde estavam estancado no formalismo. Quando Deshimaru se aproximou do mestre, este, sentado em zazen sem voltar-se, sem sequer levantar a vista, lhe disse: "Esperava tua visita com impaciência." Deshimaru se converteu em seu discípulo e o seguiu fielmente mantendo sua vida no mundo social. Quando lhe pediu que o ordenasse monge, Kodo Sawaki respondeu: "Em nossos dias os monges se tornaram profissionais. Não fazem zazen. Farei de você um grande monge." Assim, Taizen Deshimaru levou uma vida social e familiar enquanto seguia praticando zazen com seu mestre. Pouco a pouco integrou em sua vida a contradição entre o material e o espiritual que o havia atormentado em sua juventude. Pouco antes de morrer, Kodo Sawaki lhe ordenou monge e lhe pediu que levasse o zen, zazen, ao Ocidente.

Com a morte de seu mestre, Deshimaru permaneceu sentado em zazen durante 49 dias. Dois anos mais tarde deixou seu filho a frente da família, acertou seus assuntos e tomou o Transiberiano com direção a França, sem dinheiro, sem conhecer nem uma palavra de francês, só com sua kesa (vestimenta da transmissão) e com os cadernos de seu mestre. Tinha 53 anos.

"Ofereci o verdadeiro Zen aos europeus, é a maior alegria de minha vida. Fiz realidade o desejo de meu mestre Kodo Sawaki, e estou convencido de que isto vai fazer a história."
Taisen Deshimaru


Em 1967, em Paris, alojado nos fundos de um armazém de dietética, Deshimaru pratica zazen todos os dias e ganha a vida fazendo massagens de shiatsu e conferências. Sustentado por sua profunda fé na prática de zazen e na transmissão de seu mestre, consegue tornar acessível para os ocidentais os ensinamentos dos grandes mestres zen. Impressionados pelo zazen e pela personalidade de taisen Deshimaru, cada vez mais gente pratica com ele. Abre um dojô, dirige os primeiros seshins e começa a ordenar seus discípulos como bodhisattvas, monges y monjas. Sua atividade não se limita ao ensino no dojô. Tem um desejo profundo de ajudar ao ser humano na civilização atual., cujo desequilíbrio percebe, e de fazer que consigam por meio do zazen uma compreensão mais profunda de si mesmo e de sua vida. Com a ajuda de seus discípulos, que cada vez são mais numerosos, cria mais de cem dojôs na Europa e funda o templo da Gendronnière, o maior dojô zen de Ocidente. Ao mesmo tempo educa seus discípulos. Seus ensinamentos são muito concretos e estão enraizados na vida cotidiana. Reconhecido pelos principais templos do soto zen do Japão, é nomeado kaikyosokan (responsável pelo ensino do zen) para todo Europa. Em seu país é chamado de "o Bodhidharma dos tempos modernos". Para seus discípulos é simplesmente Sensei, o mais antigo. Em seus últimos anos, cada vez mais consciente da urgência de ajudar ao ser humano no desequilíbrio do mundo moderno, intensifica suas atividades, trabalhando incansavelmente, sem permitir-se um descanso. As vezes dizia: "Talvez minha vida seja breve, mas pelo menos não haverá sido egoísta."

Em princípio do ano 1982 adoece, o que não o impede seguir fazendo zazen todos os dias com seus discípulos. Na primavera retorna da França para o Japão e morre em 30 de abril. Suas últimas palavras para seus discípulos são: "Por favor, continuem o zazen." Durante 49 dias, em todos os dojôs que havia criado, seus discípulos praticam zazen dia e noite em completo silêncio.

Taisen Deshimaru deixou aos seus discípulos a essência do zen, zazen, que agora eles por sua vez transmitem, seguindo com sua missão, praticando nos dojôs e reunindo-se no templo de Gendronnière durante os grandes seshins do ano. Como Bodhidharma que faz mil e quatrocentos anos levou o zen da Índia para a China, como Dôgen que faz setecentos anos o introduziu no Japão, o mestre Deshimaru transmitiu a essência dos ensinamentos de Buda a Europa e a todo o mundo.

Category: |
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.
Bookmark and Share

0 comentários:

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home
subir